terça-feira, janeiro 03, 2017

Coluna Stadion Jornal A Voz da Razão - 03/01/2017

0 comentários
Abandono.
R$ 1,3 Bilhão de Reais foram gastos nas reformas do Estádio Maracanã para a Copa do Mundo de 2014 e para as Olimpíadas Rio 2016.  Depois disso, o estádio foi abandonado.  7.000 cadeiras sumiram das arquibancadas, o gramado está sem manutenção e por "problemas internos", o estádio está sem energia elétrica. Enquanto isso, o Governo Estadual, a Construtora Odebrecht e o Comitê Olímpico Rio 2016, estão calados.  Escandaloso. 
Comparação.
O Brasil gastou R$ 1,3 Bilhão de Reais e "reformou" um estádio que ficou pior do que antes.  A Suécia, investiu em R$ 1,1 Bilhão de Reais e construiu do zero, a "Arena da Amizade". Com 50.000 lugares para jogos de futebol e 65.000 lugares para eventos, a cobertura é retrátil. Abre e fecha conforme a necessidade. Competências dos suecos?
Negócios.
A "proximidade" excessiva entre jogadores, treinadores,dirigentes e empresários, tem feito muitos negócios nos bastidores do mundo do futebol.  É preciso que existam limites e se possível, regras de relacionamento. Para quem jogam de verdade, os jogadores no futebol de hoje?  Para eles mesmos? Para os clubes ou para os empresários?
Mudança.
Após encerrar contrato com fabricante de materiais esportivos, o Joinville anunciou que terá "marca própria" na temporada de 2017.  Por enquanto, utiliza "marca transitória" em seus treinos e eventos de inicio de temporada. 
Desafio. 
Carlos Kila assumiu a Gerência Executiva de Futebol do JEC. Com passagens pelo Metropolitano de  Blumenau e Criciúma, o desafio de Kila é fazer o JEC "esquecer" a temporada 2016, onde o JEC caiu da Série B para a Série C Nacional.
Cesar Paulista: Jogando 'contra a falta de tempo'.
Tempo.
O tempo é o maior inimigo do Metropolitano de Blumenau, na preparação para a disputa do Catarinão 2017. O elenco foi apresentado somente em 2 Janeiro nas dependências da Associação Altona.  César Paulista (foto) terá que encurtar etapas da pré-temporada da equipe verde Blumenauense.  
Testes.
A ausência de adversários para jogos-treinos, é também; outra inimiga do Metropolitano de Blumenau. "Tentamos com o Coritiba, Rio Branco de Paranaguá e Joinville mas, nada está definido ainda." Disse César Paulista.  A estreia no Catarinão sera em casa(Sesi Blumenau) em 29 de Janeiro, diante do Tubarão.
Volta.
Motivado, o Tubarão manteve a base da equipe que conquistou a volta ao Catarinão, seu Treinador Mabília e ainda, reforçou o elenco. O Diretor de Futebol é Nasareno Silva - ex-jogador, ex-treinador e profundo conhecedor do futebol de Santa Catarina.
Novidade.
O Clube Náutico Almirante Barroso de Itajaí - vice-campeão da Segundona 2016 - volta a disputar o Catarinão em 2017. Havia desativado o futebol profissional em 1971. A novidade da equipe verde portuária, será o "gramado sintético" do Estádio Camilo Mussi. 
Amador: Punhobol convocação para os World Games.
Guilherme Theis e Isaac Azevedo, ambos atletas de defesa da equipe adulta masculina do Guarani/FMD Blumenau/Samrello/Zatta, foram convocados para a Seleção Brasileira, que disputará os World Games na Polônia em Julho 2017.
Reflexão:  "O homem que se vende, recebe sempre mais do que vale.  - Barão de Itararé.
Foto: Silvio Kohler/Stadion