sábado, janeiro 09, 2016

Coluna Stadion: Jornal A Voz da Razão - 03/01/2016.

A primeira.
O orçamento da Olimpíada e Paraolimpíada do Rio de Janeiro é de R$ 7,4 Bilhões. Pela primeira vez serão realizadas na América do Sul. 95% das obras (foto) já foram concluídas.
Testes.
25 eventos testes (de diversas modalidades olímpicas) já foram realizados. Outros 24 serão realizados em 2016. A abertura será em 5 de Agosto. 
Top 10.
O COB-Comitê Olímpico Brasileiro projeta a classificação do Brasil entre os 10 melhores países participantes. Voleibol (nas quatro modalidades), futebol masculino e feminino, Vela, judô e natação, são "carros-chefes" do COB na busca do objetivo. 
Espremidos.
Com inicio em 30 de Janeiro e término em 8 de Maio, os Campeonatos Estaduais de Futebol estão morrendo. Concorrendo com Copa do Brasil, Copas Regionais (Verde, Nordeste), Libertadores e ainda os Jogos da Seleção Brasileira, os estaduais precisam ser remodelados. Refeitos. Reformados. Antes que acabem.
Nacionalização. 
Grandes clubes querem grandes competições de Futebol. Séries A, B e C nacionais para eles. Pequenos e médios clubes teriam uma Série D nacionalizada a partir dos Estaduais como sendo a Primeira Fase. Depois, acesso para a Série C ao final da última fase. Contra isso é claro, o poder dos que não querem mudança alguma. 
Morte.
Falta de planejamento e gestão, excesso de jogos, baixa qualidade dos espetáculos, infra-estrutura precária dos estádios, restrições de mobilidade urbana, etc... em curso assim, a "receita" da morte da maioria dos pequenos e médios clubes de Futebol do país. 
Reposição.
Com a saída do meia Jadson, o Treinador Tite precisará recompor o "quadrado mágico" formado por ele, Ralf, Elias e Renato Augusto. Mesmo assim, o Corinthians é o time Paulista mais "pronto" para a temporada.
Corrida.
Com pouco tempo para trabalhar (o Catarinão começará no Sábado de 30 de Janeiro) os clubes correm contra o tempo na fase de preparação para o Estadual. Além do pouco tempo, falta de campos de treinamentos e contratações que se apresentaram somente em Janeiro, prejudicam o trabalho das comissões técnicas.
Em casa.
Metropolitano de Blumenau e Brusque, fazem suas pré-temporadas em casa. Já o Camboríu, está trabalhando no município de Luiz Alves. São os clubes de menor investimento (a eles junte-se o Internacional de Lages e o Guarani de Palhoça) no Catarinão 2016.
Amador: Mais um.
Com apenas 13 anos, o jovem Blumenauense Nathan Filipe Hadlich Lyra está brilhando no cenário do Bicicross e Downhill. Como atleta da Equipe ABVE de Blumenau, conquistou o Campeonato Catarinense de Bicicross Categoria Boys 13 anos. Fechou 2015, como vice-campeão estadual de Downhill. É uma jovem realidade dos esportes radicais.
Reflexão.
"Acusar o tempo é desculpar-se."  - Thomas Fuller
Foto: EOM - Divulgação

Um comentário:

Marcos Regisnky disse...

Bom Stadion no blog de novo. E o Carioca desse ano quem leva?