terça-feira, março 29, 2011

Cariocão 2011: Dor em vermelho sangue. Novamente.


12 jogos. 2 vitórias, 1 empate e 9 derrotas. 11 gols marcados e 31 sofridos. Último classificado entre os 16 clubes participantes do Campeonato Carioca da 1ª Divisão, o America caminha a passos largos para voltar 'novamente' (foi rebaixo em 2008 pela 1ª vez em sua história e voltou em 2009) para o 'inferno' da Segunda Divisão de Futebol Profissional do Rio de Janeiro.
O Diabo Rubro Carioca pode ainda, escapar do rebaixamento. Acreditar nisso no entanto, é difícil para sua sofrida e amargurada torcida. Terá 3 jogos difíceis {Madureira e Macaé(ambos rivais diretos na luta contra o rebaixamento) fora e Botafogo na última rodada em casa].
Se conseguir escapar da 'degola', não será por certo; por conta daqueles que dele - por décadas - ser serviram e o estão destruindo. 'Grupelhos' eternamente denominados de 'salvadores' do clube, tem se revezado no processo de assassinato de uma longa e maravilhosa história do esporte Brasileiro.
A 'ausência' de novas lideranças (sempre 'alavancada' por um processo sistêmico de 'castração' daquelas em formação) é o grande mal do America. Nada menos que quatro treinadores (Gilson Gênio, Lulinha. Ademar Braga e agora Marcelo Buarque) em apenas 12 jogos de uma competição 'rápida' como o Cariocão. Em 2008 o America foi rebaixado para a Segunda Divisão Carioca. Em 2009 foi campeão (com Romário como 'duble' de 'manager' e 'investidor' do futebol do clube) da Segundona. Em 2010, 'voltou' para seu lugar, alcançando o 5º lugar no estadual. Apenas um 'sopro' de alegria para a cansada Torcida Americana. 2011 não poderia ser pior do que está sendo. Pode ainda, é claro.
Será que o America se salva dessa nova tragédia? Dependerá novamente (como disse o poeta Americano João Cabral de Mello Neto em 'Deus salve o America') de Deus?

2 comentários:

Marcelo disse...

Silvio, nem Deus salva teu America hehe só se tu for o presidente amigo.

Adalberto Day disse...

Silvio
O titulo que você coloca nesta postagem diz a pura realidade, "O América no Vermelho". Realmente é lamentável a situação que se encontra nosso querido mequinha, nosso querido América. A trajetória deste grande clube carioca é muito linda para estar na situação que se encontra. Quando comecei a ouvir e acompanhar pelas emissoras cariocas, lá pelos idos anos 60, o América era grande, respeitado e campeão. Em 1960, eu ouvia o América de muitos cobras, que conquistou o primeiro titulo de campeão do Estado da Guanabara. Ary. Jorge. Djalma Dias. Amaro. Wilson Santos. Ivã. Calazans. Antoninho. Quarentinha. João Carlos e Nilo, foram os campeões que derrotaram o Fluminense por 2x1.
Então eu como bom vascaíno, comecei a admirar este clube. Mais tarde quantos jogadores passaram pelo clube, Pompéia, Ivo (coração) Luizinho, Antunes, Orlando Lelé, Bráulio, Rogério, Alex, Geraldo, Álvaro, Flecha, Gilson Nunes. O Edu Antunes Coimbra, irmão do Zico, um jogador extraordinário, tão bom ou melhor que o galinho...e tantos outros que agora não me recordo.
Esperamos que o clube consiga sair dessa, ganhe seus jogos necessários para não sofrer mais um rebaixamento.
Adalberto Day cientista social e pesquisador da história.