quarta-feira, abril 18, 2012

Nosso futebol: Contra.

Voltaremos a postar sobre o tema, MAS de 'bate-pronto' e 'de primeira' afirmamos: Somos contra o 'fim' da Série D. Seria (seu fim) um tiro no pé dos 'ditos' médios e grandes clubes do Brasil. Ela (a Série D) precisa ser modificada. Para MELHOR. Esse é o caminho. Como? Simples: Ela precisa ser ESTADUALIZADA. Nesse modelo, os Grandes clubes somente disputarão GRANDES competições. Quais? Séria A Nacional, Copa Libertadores e de quebra, um torneio. Qual? A Copa do Brasil.
Os Médios clubes somente disputarão MÉDIAS competições. Quais? Séries B e C Nacionais e de quebra, um torneio. Qual? A Copa do Brasil.
Os Pequenos clubes somente disputarão PEQUENAS competições. Quais? As (estadualizadas) Séries D, de onde em (muito usado no Brasil) 'esquema' de MATA-MATAS os quatro melhores subirão para a Série C (de onde os quatro piores sairão) e de quebra, um (para os 3 melhores de cada estado) torneio. Qual? A Copa do Brasil.
Os Mais Pequenos clubes somente disputarão as Mais Pequenas competições. Quais? As Divisões Secundárias da Estadualizada Série D e de quebra, um torneio. Qual? As Copas Estaduais.
Fica mantido dessa forma, o regime de sobe e desce (acesso e descesso) entre as Séries A (grandes), B e C (médios) e D (pequenos) e assim, a 'chance' dos pequenos crescerem. Com competência. Para os grandes, a chance de serem incompetentes e portanto, rebaixados.
Em síntese é isso. Uma QUEDA DE BRAÇO que precisa 'ser evitada' entre os dois grandes poderes do futebol. Quais? CBF e Federações. Mudar é preciso. Para melhor.
Ilustração: Site oficial CBF - www.cbf.com.br

Um comentário:

Marcelo disse...

voces estão certos. nao podem acabar com a serie d. caso isso aconteça, os clubes pequenos nunca terão mais que 4 meses de calendário.